sexta-feira, 8 de agosto de 2014

Reajuste acima da inflação para aposentados


reajuste maior que a inflação aposentados

Segurados da Previdência Social que recebem benefício acima do piso nacional poderão ter um aumento anual baseado no crescimento real (maior que a inflação) da remuneração média dos trabalhadores da ativa.

A medida foi proposta pela emenda do senador Paulo Paim (PT) na Comissão de Assuntos Socias que  prorroga a política de valorização do salário mínimo

COMO FICARÁ O AUMENTO:

Quem ganha acima do piso tem seus reajustes pela variação do  INPC, tornando a sua renda mensal, se medida em salários mínimos, comparativamente menor.
A emenda assegura a inflação mais o aumento da massa salarial, que é medida pelas arrecadações feitas pelo Fundo de Garantia do Tempo do Serviço (FGTS) e pela Previdência Social.
Se for aprovado na Câmara dos Deputados, para onde o texto seguirá agora, os segurados da Previdência Social que recebem benefício acima do piso nacional terão um aumento anual baseado no crescimento real da remuneração média dos trabalhadores da ativa


Calendário de pagamentos INSS 2014

Aposentadoria por tempo de contribuição: Cálculos

Revisões da aposentadoria (posts relacionados)

quarta-feira, 6 de agosto de 2014

INSS antecipa 13º salário


13º salário aposentados do INSS
Entre os dias 25 de agosto e 05 de setembro (folha de agosto), será creditado a parcela de 50% do 13° salário dos aposentados do INSS. O valor não sofrerá  desconto de Imposto de Renda (IR) nesta primeira parcela. De acordo com a legislação, o IR sobre o 13º só é cobrado em novembro e dezembro, quando será paga a segunda parcela da gratificação natalina.

Para quem se aposentou antes de janeiro de 2014 o percentual antecipado será de 50% e para os que se aposentaram após essa data o cálculo será proporcional. 

Também quem está recebendo auxílio-doença será contemplado com a antecipação dos 50% do 13° calculado de forma proporcional ao tempo que está afastado em 2014 e caso receba alta antes do final do ano, receberá o restante juntamente com o último benefício.


 
Revisão da Aposentadoria: 13º salário

Revisão do benefício limitado ao teto



quarta-feira, 30 de julho de 2014

Dinheiro extra: juros do PIS/Pasep


dinheiro extra
O rendimento do PIS/ Pasep, também denominado de juros é um dinheiro extra que pode ser sacado anualmente pelos trabalhadores cadastrados no fundo PIS/Pasep até 04/10/88, desde que não tenha havido saque do saldo de quotas na conta individual de participação.
Caso não haja saque, o valor será incorporado ao saldo de quotas e renderá juros e demais acréscimos previstos em lei.
Os rendimentos poderão ser sacados nas agências da Caixa para beneficiários do PIS e nas agências do Banco do Brasil os beneficiários do Pasep.

Quem tem direito 

Tem direito ao saque o trabalhador que foi cadastrado no PIS/Pasep até 4 de outubro de 1988 e que tenha saldo na conta PIS. O pagamento obedece ao mesmo calendário do abono salarial.
Os trabalhadores que recebem mais que dois salários mínimos em média e não têm direito ao abono, têm direito aos rendimentos do PIS de sua conta individual.
Não tem direito a rendimentos, os servidores que efetuaram saque total após 1988 ou foram cadastrados após 04.10.1988, não possuem saldo e, consequentemente, não tem direito a rendimentos.

Pis Online

Pesquise suas cotas e saiba o quanto você poderá retirar; o primeiro passo é cadastrar-se no site da Caixa Econômica federal:

  1.  Acesse o site da Caixa
  2. Cadastrar seu PIS
  3. Informe o seu NIS, senha da internet e o código de verificação.
POR TELEFONE
a Caixa Econômica possui um serviço para consulta através do telefone 0800, que pode ser feito a qualquer hora do dia por telefone fixou ou também no celular.
O número para consulta do PIS é o 0800 726 0207
 






segunda-feira, 21 de julho de 2014

Tempo de serviço militar para o INSS

tempo serviço militar INSS

O tempo de serviço militar obrigatório  deve ser contado para fins de aposentadoria, conforme estipula o artigo 55 da lei 8.213/1991, comprovação feita pelo  certificado de reservista. Deve-se ficar atento face esse tempo não constar automaticamente nos registros do INSS (CNIS)
Mesmo que o período seja concomitante (ao mesmo tempo),  prestação de serviço militar e registro como empregado CLT, os dois períodos devem ser somados e acrescentados no tempo de serviço/contribuição do segurado.




                                                 Atividade concomitante cálculo do salário para o INSS





quinta-feira, 17 de julho de 2014

INSS: Contribuição reduzida para domésticas e empregador

alíquota menor para empregados domésticos
A Câmara dos Deputados aprovou nesta terça-feira, 15, a redução e a unificação das alíquotas cobradas pela previdência para empregados domésticos e seus empregadores. A contribuição para a Seguridade Social do funcionário doméstico passará a ser de 6% do seu salário  e  a contribuição devida pelo empregador será de  6% do salário.


A medida  deverá cumprir agora um prazo para recursos de Plenário. Caso nenhum recurso seja apresentado, seguirá para sanção presidencial.

As contribuições serão realizadas em uma guia que identificará empregadores e empregados permitindo a identificação do empregador que é o responsável pelo recolhimento.

direitos do  empregado doméstico



Direitos do empregado doméstico (Ministério  do Trabalho )

segunda-feira, 14 de julho de 2014

Vivendo com a renda da aposentadoria


Conheça quatro bons lugares para passar a aposentadoria, de acordo com a International Living, organização responsável pela publicação do ranking anual dos melhores países para viver após se aposentar. A escolha dos lugares considera o custo de vida, a infraestrutura de serviços e a qualidade de vida local.

O investimento necessário mensal para a obtenção de uma renda vitalicia é do Icatu Seguros, da qual o post foi baseado, com os seguintes parâmetros
 *cotação do dólar atual (R$ 2,45)
*Idade atual de 30 anos e aposentadoria aos 65 anos
*renda vitalícia



Equador Eleito o melhor país para se viver na aposentadoria segundo o site International Living. O Equador tem qualidade de vida "imbatível", bom nível de segurança e a melhor relação custo-benefício em se tratando de moradia e serviços de saúde. São necessários  800 dólares (1.960 reais) para uma vida confortável. Com o dobro disso, você pode ter uma vida de rico (3.920 reais).
Quanto eu preciso?   Investir 368 reais por mês


Colômbia Incrustada na Cordilheira dos Andes, a Colômbia se destaca pelos cenários coloridos de suas cidades coloniais. Para quem teme o narcotráfico, não há mais motivo. Os índices de violência que assustaram residentes e estrangeiros caíram mais de 80% em cidades como Bogotá e Medellín. Um bom apartamento de três quartos no centro de Medellín sai por 100 mil dólares (245 mil reais) e o custo de vida mensal para um casal é de 1 mil dólares (2.450 reais).
Quanto eu preciso? 
Investir 460,00 reais por mês


México O México chama a atenção por suas cidades antigas e, principalmente, pelas ruínas — o país é repleto de sítios arqueológicos.  Serviços que já aumentaram de preço no Brasil, como os de empregada doméstica, cozinheira e jardineiro, ainda são encontrados por valores bem acessíveis no país. A cidade de Campeche também é apontada como uma das mais baratas do mundo para viver após se aposentar, com um custo de vida mensal médio de 1.400 dólares (3.430 reais) para um casal.
Quanto eu preciso?  Investir 644 reais por mês

Panamá Os prédios e os shopping centers da Cidade do Panamá não fazem da capital do país uma cidade comum. Apesar de toda a característica urbana do lugar, é um país extremamente calmo. É possível aproveitar algumas vantagens dos países emergentes, como o baixo custo para alguns serviços. Santa Fé é citada como uma das cidades mais baratas para se morar no mundo. Com 800 dólares (1.960 reais) um casal vive bem no município.
Quanto eu preciso? Investir 368 reais por mês 

quinta-feira, 10 de julho de 2014

13º salário dos aposentados 2014

A primeira parcela do 13º salário para os aposentados e pensionistas que ganham até um salário mínimo, começa no dia 25 de agosto e    para quem ganha mais do que um salário mínimo começa em 1º de setembro e termina no dia 5   O benefício depositado a partir de 25 de agosto corresponde a 50% do valor.  O ministério aguarda somente a definição do decreto da Casa Civil, que oficializa o pagamento antecipado.

DATAS PREVISTAS PARA O PAGAMENTO........