17/01/2015

Pensão por morte passa a exigir dois anos de casamento ou união estável



Pensão por morte inss

Entrou em vigor  a nova regra para a concessão de pensão por morte. Agora, para ter direito ao benefício, será necessário comprovar dois anos de casamento ou união estável com cônjuge ou companheiro. Exceção para o segurado que falecer em decorrência de acidente.
Outra exceção é para o cônjuge que após o casamento ficar inválido depois do casamento; o benefício  será concedido independentemente do tempo juntos. O mesmo esta valendo para o auxílio-reclusão, que exigirá a  comprovação de dois anos de casamento ou união estável para a concessão do benefício.