11/02/2015

Economia com aposentados e trabalhadores


As Medidas Provisórias  que cortaram 18 bilhões dos aposentados e trabalhadores sob o pretexto de  equilibrar as contas do governo já tem novo endereço:   EMENDAS PARLAMENTARES



A Câmara dos Deputados aprovou nesta terça-feira (10), em segundo turno, o texto-base da proposta de emenda à Constituição (PEC) do Orçamento Impositivo, que obriga o governo a pagar a verba destinada pelos congressistas no Orçamento para seus redutos eleitorais, chamadas de emendas parlamentares individuais.  As novas regras aumentam em 2,4 bilhões o custo para o contribuinte.

No total as emendas parlamentares consumirão R$ 12 bilhões, o que representa dois terços da "econômia" as custas dos aposentados e trabalhadores.